view: contents - template: fulltext
SEX01
SAB 02
DOM 03
SEG04
TER05
QUA06
QUI07
SEX08
SAB 09
DOM 10
SEG11
TER12
QUA13
QUI14
SEX15
SAB 16
DOM 17
SEG18
TER19
QUA20
QUI21
SEX22
SAB 23
DOM 24
SEG25
TER26
QUA27
QUI28
SEX29
SAB 30
Versão revista

EDITAL DE INTERDIÇÃO


ESTADO DO ESPÍRITO SANTO-PODER JUDICIÁRIO
DOMINGOS MARTINS - 2ª VARA-FÓRUM GUTERRES VALE

EDITAL 
SENTENÇA DE INTERDIÇÃO

Nº DO PROCESSO: 0002245-46.2014.8.08.0017 
AÇÃO : 58 - Interdição 
Requerente: LOURDES MADALENA ENTRINGER FALLER
Requerido: CLAUDIA FALLER

MM. Juiz(a) de Direito da DOMINGOS MARTINS - 2ª VARA do Estado do Espírito Santo, por nomeação na forma da lei etc.

FINALIDADE

DAR PUBLICIDADE A TODOS QUE O PRESENTE EDITAL VIREM OU DELE TIVEREM CONHECIMENTO que por este Juízo e Cartório tramitou os Autos de 58 - Interdição tendo sido acolhido o pedido de fls. 02/03  e, como consequência, decretada a interdição de Requerido: CLAUDIA FALLER, Documento(s): CPF : 110.910.637-88 CTPS : 089732 SERIE 000021, conforme informações a seguir.

 

Nº do Processo:0002245-46.2014.8.08.0017   Órgão:DOMINGOS MARTINS - 2ª VARA
Requerido: CLAUDIA FALLER  Documento(s): CPF : 110.910.637-88 CTPS : 089732 SERIE 000021
Nacionalidade: BRASILEIRA   Estado Civil:                            SOLTEIRA                   
CPF Nº: 110.910.637-88      
Data do Nascimento: 29/01/1976   Naturalidade:DOMINGOS MARTINS/ES
Filiação:Requerido: CLAUDIA FALLER
Documento(s): CPF : 110.910.637-88 CTPS : 089732 SERIE 000021
Mãe: LOURDES MADALENA ENTRINGER FALLER/Pai: NELSON FALLER
Data Nasc: 29/01/1976/Sexo: FEMININO/ESTADO CIVIL: SOLTEIRA
Endereço(s): ZONA RURAL, PRÓXIMO À MERCEARIA CASA SANTANA, SÃO MIGUEL, Domingos Martins - ES 
 
Certidão de Nascimento Nº:021   Fls. Nº:224   Livro Nº: A-17

Nome do Cartório:     Cartório de registro civil e tabelionato Wânia Wruck                         

 
Motivo da Interdição: F20  
Curador(a):LOURDES MADALENA ENTRINGER FALLER  

SENTENÇA

Fl: 32/33:Ante o exposto,JULGOprocedente o pedido inicial para decretar a interdição da requeridaCLAUDIA FALLER,declarando-a incapaz de exercer pessoalmente os atos relacionados a vida civil, na forma do art. 4º, III e 1767, I, ambos do Código Civil, nomeando-lhe curadora a requerente LOURDES MADALENA ENTRINGER FALLER.Aplica-se no caso o disposto no artigo 553 do CPC e as respectivas sanções.Lavre-se o termo de curatela, constando às restrições acima. Em obediência ao disposto no art.755, §3º do CPC e no art. 9º, inciso III, do Código Civil, inscreva-se a presente no Registro Civil e publique-se na imprensa local e no Órgão Oficial, 3 vezes, com intervalos de 10 (dez) dias.P . R . I . C .

 

Ficam pois os interessados cientes da Interdição acima referida, em obediência ao disposto no Art. 1.184 do CPC, publicando-se por 03 (três) vezes no Diário da Justiça, com intervalo de 10 (dez) dias entre as publicações.

EVANEIDE GEIKE DA SILVA
CHEFE DE SECRETARIA
Autorizado pelo Art. 60 do Cod. Normas

EDITAL DE INTERDIÇÃO


ESTADO DO ESPÍRITO SANTO-PODER JUDICIÁRIO
DOMINGOS MARTINS - 2ª VARA-FÓRUM GUTERRES VALE

EDITAL - SENTENÇA DE INTERDIÇÃO

 

Nº DO PROCESSO: 0001010-73.2016.8.08.0017 
AÇÃO : 58 - Interdição 
Requerente: MARIA MARTA KLIPEL HAND
Requerido: RAUL HAND

MM. Juiz(a) de Direito da DOMINGOS MARTINS - 2ª VARA do Estado do Espírito Santo, por nomeação na forma da lei etc.

 FINALIDADE

DAR PUBLICIDADE A TODOS QUE O PRESENTE EDITAL VIREM OU DELE TIVEREM CONHECIMENTO que por este Juízo e Cartório tramitou os Autos de 58 - Interdição tendo sido acolhido o pedido de fls. 02/06    e, como consequência, decretada a interdição de Requerido: RAUL HAND, conforme informações a seguir.

 

Nº do Processo:0001010-73.2016.8.08.0017 Órgão:DOMINGOS MARTINS - 2ª VARA
Interditando:RAUL HAND
Nacionalidade: BRASILEIRA Estado Civil:        SOLTEIRO                                  CPF Nº: 120.673.677-14       
Data do Nascimento: 14/02/1992 Naturalidade: DOMINGOS MARTINS/ES
Filiação:Requerido: RAUL HAND
Mãe: MARIA MARTA KLIPEL HAND/Pai: ADEMIR HAND
Data Nasc: 14/02/1992/Sexo: MASCULINO/ESTADO CIVIL: SOLTEIRO
Endereço(s): LOTEAMENTO JEFFERSON DE AGUIAR, Domingos Martins - ES 
Certidão de Casamento/Nascimento Nº: 3.852 Fls. Nº:  281V Livro Nº: A-20

Nome do Cartório:                    CARTÓRIO DO REGISTRO CIVIL E TABELIONATO HELGA ELSA GERHARDT WRUCK           

Curador(a): MARIA MARTA KLIPEL HAND

Fl:   47/53:Isto posto, julgo procedente o pedido inaugural para o fim de DECRETAR a INTERDIÇÃO de RAUL HAND, DECLARANDO-ORELATIVAMENTE INCAPAZ de exercer pessoalmente os atos da vida civil nos seguinte limites: FICA o interditado privado de, sem curador: emprestar, transigir, dar quitação, alienar, hipotecar, demandar ou ser demandado, e também de praticar, em geral, os atos de mera administração, devendo, porém, lhe ser garantido todo o apoio necessário para ter preservado o direito e a prática dos atos concernentes à convivência familiar e comunitária (CC, art. 1.777).NOMEIO por CURADORA sua MÃE, MARIA MARTA KLIPPEL HAND, como representante do curatelado até enquanto não cessar a causa determinante da interdição aqui decretada, ciente a mesma que não poderá, por qualquer modo, alienar ou onerar bens de qualquer natureza pertencente ao interdito sem autorização judicial. Por fim, DISPENSO a especialização da hipoteca legal, com fulcro no art. 1190 do Código Civil, eis que comprovada a idoneidade moral da requerente nos autos. ...

Ficam pois os interessados cientes da Interdição acima referida, em obediência ao disposto no Art. 1.184 do CPC, publicando-se por 03 (três) vezes no Diário da Justiça, com intervalo de 10 (dez) dias entre as publicações.

EVANEIDE GEIKE DA SILVA
CHEFE DE SECRETARIA
Autorizado pelo Art. 60 do Cod. Normas


 

 

 

EDITAL DE INTERDIÇÃO


ESTADO DO ESPÍRITO SANTO-PODER JUDICIÁRIO
DOMINGOS MARTINS - 2ª VARA-FÓRUM GUTERRES VALE
AV. PRESIDENTE VARGAS, Nº 589 - CENTRO - DOMINGOS MARTINS - ES - CEP: 29260-000
Telefone(s): (27) 3268-1436 - Ramal: 210 / (27) 3268-1973-Email: 2vara-dmartins@tjes.jus.br

EDITAL 
SENTENÇA DE INTERDIÇÃO

Nº DO PROCESSO: 0001538-15.2013.8.08.0017 
AÇÃO : 58 - Interdição 
Requerente: MARILENE KLIPPEL
Requerido: ANISIO KLIPPEL

 MM. Juiz(a) de Direito da DOMINGOS MARTINS - 2ª VARA do Estado do Espírito Santo, por nomeação na forma da lei etc.

FINALIDADE

DAR PUBLICIDADE A TODOS QUE O PRESENTE EDITAL VIREM OU DELE TIVEREM CONHECIMENTO que por este Juízo e Cartório tramitou os Autos de 58 - Interdição tendo sido acolhido o pedido de fls. 02/04   e, como consequência, decretada a interdição de Requerido: ANISIO KLIPPEL, conforme informações a seguir.

Nº do Processo:0001538-15.2013.8.08.0017 Órgão:DOMINGOS MARTINS - 2ª VARA
Requerido:ANISIO KLIPPEL
Nacionalidade: BRASILEIRA Estado Civil:      SOLTEIRO                                         
Data do Nascimento: 21/11/1989 Naturalidade: DOMINGOS MARTINS
Filiação:Requerido: ANISIO KLIPPEL
Mãe: ELZA MARIA KLIPPEL/Sexo: MASCULINO
ESTADO CIVIL: SOLTEIRO
Endereço(s): SITIO KLIPPEL - PEROBAS,Telefone(s): 998243629 /, ZR de  Domingos Martins - ES 
Certidão de Casamento/Nascimento Nº: 2.183 Fls. Nº:  259 vº. Livro Nº: A-26

Nome do Cartório:                       CARTÓRIO EWALD - REGISTRO CIVIL E TABELIONATO DE PARAJU - DOMINGOS MARTINS/ES         

Motivo da Interdição: CID:F-71
Curador(a): MARILENE KLIPPEL

SENTENÇA  

Fl: 70/75 - Isto posto, julgo procedente o pedido inaugural para o fim de DECRETAR a INTERDIÇÃO de ANIZIO KLIPPEL, DECLARANDO-ORELATIVAMENTE INCAPAZ de exercer pessoalmente os atos da vida civil nos seguinte limites: FICA o interditado privado de, sem curador: emprestar, transigir, dar quitação, alienar, hipotecar, demandar ou ser demandado, e também de praticar, em geral, os atos de mera administração, devendo, porém, lhe ser garantido todo o apoio necessário para ter preservado o direito e a prática dos atos concernentes à convivência familiar e comunitária (CC, art. 1.777).NOMEIO por CURADORA sua IRMÃ, MARILENE KLIPPEL, como representante do curatelado até enquanto não cessar a causa determinante da interdição aqui decretada, ciente a mesma que não poderá, por qualquer modo, alienar ou onerar bens de qualquer natureza pertencente ao interdito sem autorização judicial.Eventuais valores recebidos, inclusive de entidade previdenciária, deverão ser revertidos exclusivamente aos cuidados da incapaz, aplicando-se, na hipótese, o disposto no Novo Código de Processo Civil, art. 553, com as respectivas sanções.CONFIRMO a decisão de fls. 27v que antecipou os efeitos da tutela.INTIME-SE a curadora para prestar o compromisso legal, em 05 dias, independentemente do trânsito em julgado e contados da intimação da presente sentença, devendo constar em mencionado termo as expressas previsões do Código Civil, arts. 1.753 e 1.754, aplicáveis à espécie por força do contido no art. 1.781, e também quanto à obrigação de prestação de contas de 2 em 2 anos, tal como expressado pelo Código Civil, art. 1.757.É vedado o uso de cópia desta sentença, mesmo que autenticada, para fins de obtenção e ou liberação de direitos, a qual só produzirá efeitos após o registro em cartório do registro civil desta comarca, na forma da Lei nº 6.015/73, arts. 89 a 94.Por necessária analogia ao disposto no NCPC, art. 755, §3º, no Código Civil, art. 9º, III, visando conferir maior Segurança Jurídica ao ato, INSCREVA-SE a presente sentença no Registro Civil e PUBLIQUE-SE edital no Diário da Justiça do Estado, três vezes, com intervalos de dez dias, além de promover as demais determinações da novel legislação.SEM CUSTAS, eis que assistido pela Defensoria Pública.A título de honorários advocatícios, árbitro o valor de R$400,00 (quatrocentos reais), para a advogada nomeado às fls.24, DRª. MARIANA SARTER DA SILVA OAB/ES 18423 e R$ 400,00 (quatrocentos reais) para o advogado nomeado à fl. 63, DR. FILIPE KIEFER PERES, OAB/ES 12.219, com fulcro no Decreto 2821-R de 2011.INTIME-SE o Procurador Geral do Estado do Espírito Santo, por meio do Diário da Justiça, a fim de que seja cientificado dos honorários arbitrados.Após, caso não exista oposição do Estado, ENCAMINHE-SE OFÍCIO REQUISITÓRIOà Procuradoria Geral do Estado do Espírito Santo, na forma do art. 3º, da legislação acima mencionada. Com a liberação da quantia devida, expeça-se o competente alvará.PUBLIQUE. REGISTRE. INTIME-SE.Após o trânsito em julgado e devidamente CERTIFICADAS as determinações constantes do presente decisum, ARQUIVEM-SE os autos, com as baixas, cautelas e registros pertinentes.Diligencie-se.

Ficam pois os interessados cientes da Interdição acima referida, em obediência ao disposto no Art. 1.184 do CPC, publicando-se por 03 (três) vezes no Diário da Justiça, com intervalo de 10 (dez) dias entre as publicações.