view: contents - template: fulltext
SEX01
SAB 02
DOM 03
SEG04
TER05
QUA06
QUI07
SEX08
SAB 09
DOM 10
SEG11
TER12
QUA13
QUI14
SEX15
SAB 16
DOM 17
SEG18
TER19
QUA20
QUI21
SEX22
SAB 23
DOM 24
SEG25
TER26
QUA27
QUI28
SEX29
SAB 30
Versão revista

VILA VELHA - 1ª VARA DE ORFÃOS E SUCESSÕES
Listas

Lista 0044/2017

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO
VILA VELHA - 1ª VARA DE ORFÃOS E SUCESSÕES

JUIZ DE DIREITO: DRº ROGERIO RODRIGUES DE ALMEIDA
ANALISTA JUDICIARIO ESPECIAL: GIOVANNA AZEVEDO FREIRE


Lista: 0044/2017


1 - 0002067-38.2017.8.08.0035 - Interdição
Requerente: JOSE ANTONIO FRAGA
Requerido: IRACEMA PISSINATTI FRAGA

Intimo os(as) Drs(as) advogados(as)
Advogado(a): 019003/ES - HUMBERTO QUEIROZ DE OLIVEIRA
Requerente: JOSE ANTONIO FRAGA
de interrogatório designada nos autos da supra ação mencionada, que será realizada na sala de audiências do Fórum de VILA VELHA - 1ª VARA DE ORFÃOS E SUCESSÕES, no dia 09/11/2017 às 13:30, situada no(a) FÓRUM DES. AFONSO CLÁUDIO
RUA DOUTOR ANNOR DA SILVA, S/Nº - BOA VISTA II - VILA VELHA - ES - CEP: 29.102-606


2 - 0009029-77.2017.8.08.0035 - Interdição
Requerente: M.M.C.B.
Requerido: M.I.G.C.

Intimo os(as) Drs(as) advogados(as)
Advogado(a): 17155/ES - VALTEMIR DE SOUZA SIQUEIRA
Requerente: M.M.C.B.

Para tomar ciência da decisão:
Isto posto, considerando que existem elementos que evidenciam a probabilidade do direito, bem como o perigo de dano ou o risco ao resultado útil do processo, não vislumbrando, ainda, a necessidade de se exigir caução, nem tão pouco de justificação prévia, DEFIRO a tutela provisória de urgência, de acordo com o art. 300 e seus §§, do CPC, nomeando MARIA MADALENA CORREA BRAGA, como curadora provisória de MARIA ISAURA GORZA CORREA, pelo prazo de 1 (um) ano.
LAVRE-SE o competente termo. Assinado, EXPEÇA-SE a certidão respectiva.
DESIGNO entrevista da interditanda, in loco,  para o dia 09 de Novembro de 2017, às 15:00h.
Considerando o disposto no art. 85, da Lei nº 13.146/15, a curatela provisória fica limitada aos atos relacionados à direitos de natureza patrimonial e negocial da pessoa curatelada.
Outrossim, na forma do art. 1.747, inciso II, c/c, art. 1.774, ambos do Código Civil, compete a curadora "receber as rendas e pensões", assim como "as quantias devidas" ao interditando, independentemente de limite de valor, caso o interditando tenha direito a crédito mensal que supere o valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) por mês, a curadora deverá observar este valor como limite de gastos que ela poderá fazer com o interditando, mensalmente, sem autorização judicial, devendo depositar o excedente em conta poupança em nome do interditando, o que deverá ser comprovado na prestação de contas anual a que está obrigado a fazer, sem olvidar da necessária declaração de imposto de renda anual. Todo e qualquer gasto mensal que supere o limite de valor acima fixado deverá ser objeto de autorização judicial, além dos atos previstos no art. 1.748, do Código Civil.
Na oportunidade, imponho à curadora a obrigação de prestar contas anualmente, sempre referente ao exercício anterior, fixando a data de 30 (trinta) de março de cada ano como prazo final e sempre que houver obrigação de apresentar declaração de imposto de renda à Receita Federal do Brasil por parte da interditando deverá, inclusive, apresentar a cópia desta, tudo na forma do disposto nos arts. 551,552 e 533 do CPC.
Oficie-se ainda aos Cartórios de Registro Geral de Imóveis da Comarca, solicitando que informem se a interditanda possui bens.
Cite-se, intimem-se e diligencie-se.


3 - 0006314-62.2017.8.08.0035 - Interdição
Requerente: L.S.D.S.
Requerido: E.F.S.

Intimo os(as) Drs(as) advogados(as)
Advogado(a): 23341/ES - Jussara Ferrari Moroni
Requerente: L.S.D.S.

Para tomar ciência da decisão:
Isto posto, considerando que existem elementos que evidenciam a probabilidade do direito, bem como o perigo de dano ou o risco ao resultado útil do processo, não vislumbrando, ainda, a necessidade de se exigir caução, nem tão pouco de justificação prévia, DEFIRO a tutela provisória de urgência, de acordo com o art. 300 e seus §§, do CPC, nomeando LINDINALVA SARMENTO DE SOUZA como curadora provisória de EVANY FALCÃO SARMENTO, pelo prazo de 1(um) ano.
LAVRE-SE o competente termo. Assinado, EXPEÇA-SE a certidão respectiva.
DESIGNO entrevista da interditanda para o dia 16 de Novembro de 2017, às 14:30h.
Considerando o dispositivo no art.85, da Lei nº 13.146/15, a curatela provisória fica limitada aos atos relacionados à direitos de natureza patrimonial e negocial da pessoa curatelada.
Outrossim, na forma do art. 1.747, inciso II, c/c, art. 1.774, ambos do Código Civil, compete a curadora "receber as rendas e pensões", assim como "as quantias devidas" da interditanda, independentemente de limite de valor, caso a interditanda tenha direito a crédito mensal que supere o valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) por mês, a curadora deverá observar este valor como limite de gastos que ela poderá fazer com a interditanda, mensalmente, sem autorização judicial, devendo depositar o excedente em conta poupança em nome da interditanda, o que deverá ser comprovado na prestação de contas anual a que está obrigado a fazer, sem olvidar da necessária declaração de imposto de renda anual. Todo e qualquer gasto mensal que supere o limite de valor acima fixado deverá ser objeto de autorização judicial, além dos atos previstos no art. 1.748, do Código Civil.
Na oportunidade, imponho à curadora a obrigação de prestar contas anualmente, sempre referente ao exercício anterior, fixando a data de 30 (trinta) de março de cada ano como prazo final e sempre que houver obrigação de apresentar declaração de imposto de renda à Receita Federal do Brasil por parte do interditando deverá, inclusive, apresentar a cópia desta, tudo na forma do disposto nos arts. 551 e 552, do CPC.
Oficie-se os Cartórios de Registro Geral de Imóveis da Comarca, solicitando que informem se a interditanda possui bens.
Cite-se, intimem-se e diligencie-se.


4 - 0007585-09.2017.8.08.0035 - Interdição
Requerente: R.C.D.S.
Requerido: S.R.D.S.

Intimo os(as) Drs(as) advogados(as)
Advogado(a): 10882/ES - VALERIO RODRIGUES NUNES CRUZ
Requerente: R.C.D.S.

Para tomar ciência da decisão:
Isto posto, considerando que existem elementos que evidenciam a probabilidade do direito, bem como o perigo de dano ou o risco ao resultado útil do processo, não vislumbrando, ainda, a necessidade de se exigir caução, nem tão pouco de justificação prévia, DEFIRO a tutela provisória de urgência, de acordo com o art. 300 e seus §§, do CPC, nomeando ROSANA CARDOSO DOS SANTOS, como curadora provisória de SEVERINO RODRIGUES DOS SANTOS, pelo prazo de 1 (um) ano.
LAVRE-SE o competente termo. Assinado, EXPEÇA-SE a certidão respectiva.
DESIGNO entrevista do interditando para o dia 16 de Novembro de 2017, às 14:00h.
Considerando o disposto no art. 85, da Lei nº 13.146/15, a curatela provisória fica limitada aos atos relacionados à direitos de natureza patrimonial e negocial da pessoa curatelada.
Outrossim, na forma do art. 1.747, inciso II, c/c, art. 1.774, ambos do Código Civil, compete à curadora "receber as rendas e pensões", assim como "as quantias devidas" ao interditando, independentemente de limite de valor, caso o interditando tenha direito a crédito mensal que supere o valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) por mês, a curadora deverá observar este valor como limite de gastos que ele poderá fazer com o interditando, mensalmente, sem autorização judicial, devendo depositar o excedente em conta poupança em nome do interditando, o que deverá ser comprovado na prestação de contas anual a que está obrigado a fazer, sem olvidar da necessária declaração de imposto de renda anual. Todo e qualquer gasto mensal que supere o limite de valor acima fixado deverá ser objeto de autorização judicial, além dos atos previstos no art. 1.748, do Código Civil.
Na oportunidade, imponho à curadora a obrigação de prestar contas anualmente, sempre referente ao exercício anterior, fixando a data de 30 (trinta) de março de cada ano como prazo final e sempre que houver obrigação de apresentar declaração de imposto de renda à Receita Federal do Brasil por parte do interditando deverá, inclusive, apresentar a cópia desta, tudo na forma do disposto nos arts. 551,552 e 533 do CPC.
Oficie-se ainda aos Cartórios de Registro Geral de Imóveis da Comarca, solicitando que informem se o interditando possui bens.
Cite-se, intimem-se e diligencie-se.


5 - 0009452-37.2017.8.08.0035 - Interdição
Requerente: T.W.L.
Requerido: M.D.P.W.L.

Intimo os(as) Drs(as) advogados(as)
Advogado(a): 8297/ES - ANDREIA DADALTO
Requerente: T.W.L.

Para tomar ciência da decisão:
Isto posto, considerando que existem elementos que evidenciam a probabilidade do direito, bem como o perigo de dano ou o risco ao resultado útil do processo, não vislumbrando, ainda, a necessidade de se exigir caução, nem tão pouco de justificação prévia, DEFIRO a tutela provisória de urgência, de acordo com o art. 300 e seus §§, do CPC, nomeando THIAGO WOTIKOSKI LOURENCO, como curador provisório de MARIA DA PENHA WOTIKOSKI LOURENCO, pelo prazo de 1 (um) ano.
LAVRE-SE o competente termo. Assinado, EXPEÇA-SE a certidão respectiva.
DESIGNO entrevista da interditanda  para o dia 23 de Novembro de 2017, às 14:30h.
Considerando o disposto no art. 85, da Lei nº 13.146/15, a curatela provisória fica limitada aos atos relacionados à direitos de natureza patrimonial e negocial da pessoa curatelada.
Outrossim, na forma do art. 1.747, inciso II, c/c, art. 1.774, ambos do Código Civil, compete ao curador "receber as rendas e pensões", assim como "as quantias devidas" à interditanda, independentemente de limite de valor, caso a interditanda tenha direito a crédito mensal que supere o valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) por mês, o curador deverá observar este valor como limite de gastos que ela poderá fazer com a interditanda, mensalmente, sem autorização judicial, devendo depositar o excedente em conta poupança em nome da interditanda, o que deverá ser comprovado na prestação de contas anual a que está obrigado a fazer, sem olvidar da necessária declaração de imposto de renda anual. Todo e qualquer gasto mensal que supere o limite de valor acima fixado deverá ser objeto de autorização judicial, além dos atos previstos no art. 1.748, do Código Civil.
Na oportunidade, imponho ao curador a obrigação de prestar contas anualmente, sempre referente ao exercício anterior, fixando a data de 30 (trinta) de março de cada ano como prazo final e sempre que houver obrigação de apresentar declaração de imposto de renda à Receita Federal do Brasil por parte da interditanda deverá, inclusive, apresentar a cópia desta, tudo na forma do disposto nos arts. 551,552 e 533 do CPC.
Oficie-se ainda aos Cartórios de Registro Geral de Imóveis da Comarca, solicitando que informem se a interditanda possui bens.
Cite-se, intimem-se e diligencie-se.




VILA VELHA, 6 DE SETEMBRO DE 2017

GIOVANNA AZEVEDO FREIRE
ANALISTA JUDICIARIO ESPECIAL

VILA VELHA - 1ª VARA DE ORFÃOS E SUCESSÕES
Editais

Editais


ESTADO DO ESPÍRITO SANTO
PODER JUDICIÁRIO
VILA VELHA - 1ª VARA DE ORFÃOS E SUCESSÕES
FÓRUM DES. AFONSO CLÁUDIO
RUA DOUTOR ANNOR DA SILVA, S/Nº - BOA VISTA II - VILA VELHA - ES - CEP: 29.102-606
Telefone(s): (27) 3149-2569
Email: 1orfaos-vvelha@tjes.jus.br 

EDITAL DE INTERDIÇÃO



Nº DO PROCESSO: 0005019-05.2008.8.08.0035 (035.08.005019-4) 
AÇÃO : 58 - Interdição 
Requerente: DEUSEDIR MARIA DE OLIVEIRA
Interditando(a): FABIANO LIMA DE OLIVEIRA

MM. Juiz(a) de Direito da VILA VELHA - 1ª VARA DE ORFÃOS E SUCESSÕES do Estado do Espírito Santo, por nomeação na forma da lei etc.

FINALIDADE

 

DAR PUBLICIDADE A TODOS QUE O PRESENTE EDITAL VIREM E QUE NÃO POSSAM, DE FUTURO, ALEGAREM IGNORÂNCIA: QUE POR ESTE JUÍZO E CARTÓRIO TRAMITARAM OS AUTOS DE INTERDIÇÃO AUTUADO SOB Nº 0005019-05.2008.8.08.0035 (035.08.005019-4),TENDO SIDO ACOLHIDO O PEDIDO DE FLS. 02/07E DE CONSEQUÊNCIA DECRETADA A INTERDIÇÃO DE FABIANO LIMA DE OLIVEIRA- BRASILEIRO, SOLTEIRO, PORTADOR DA CARTEIRA DE TRABALHO E PREVIDÊNCIA SOCIAL Nº 1816173, SÉRIE 002-0/ES, RG Nº 3.032.499-ES, NASCIDOEM 27/MAR/1990, NATURAL DE VILA VELHA-ES, FILHODE JOÃO BATISTA DE LIMA E DEUSEDIR MARIA DE OLIVEIRA, CERTIDÃO DE NASCIMENTO Nº 24.189, LIVRO A- 29, FLS 079, DO CARTÓRIO DE REGISTRO CIVIL DE VILA VELHAES, RESIDENTE À RUACANAL DA COSTA, Nº 44, GUARANHUNS, VILA VELHA/ES, POR SER PORTADORDE RETARDO MENTAL (CID 10 F70) E ESQUIZOFRENIA RESIDUAL (CID 10 F20.5) . DECLARANDO-A RELATIVAMENTEINCAPAZ DE EXERCER PESSOALMENTE OS ATOS DA VIDA CIVIL,NOMEANDO-LHE CURADORASUA GENITORA DEUSEDIR MARIA DE OLIVEIRA, BRASILEIRA, SOLTEIRA, DOMÉSTICA, PORTADORADO CPF: 071.944.107-29,RG139.270-6 SSP/ES, RESIDENTE À RUA CANAL DA COSTA, Nº 44, GUARANHUNS, VILA VELHA/ES, SOB COMPROMISSO A SER PRESTADO NO PRAZO DE CINCO DIAS, POR TERMO EM LIVRO PRÓPRIO (CPC, ART. 1.188), A QUEM CABERÁ REPRESENTÁ-LO EM TODOS OS ATOS DA VIDA CIVIL, ENQUANTO NÃO CESSAR A CAUSA DETERMINANTE DA INTERDIÇÃO AQUI DECRETADA,NÃO PODENDO ACURADORAPOR QUALQUER MODO CONTRAIR EMPRÉSTIMOS EM NOME DOINTERDITADO, A DISPOR DE SEUS BENS E A MOVIMENTAR CONTAS DE SUA TITULARIDADE COM SALDO SUPERIOR A R$5.000,00(CINCOMIL REAIS), O QUE DEVERÁ SER REQUERIDO, SE FOR O CASO, EM AUTOS PRÓPRIOS, VIA ALVARÁ JUDICIAL.

ASSUNTO:

 "Atendendo as provas constantes dos autos, por sentença às fls. (76/78 e vº) e proferida em (15/FEV/2017) , DECRETOU A INTERDIÇÃO DE FABIANO LIMA DE OLIVEIRA

 

 

a) PUBLICANDO-SE POR TRÊS VEZES NO DIÁRIO DA JUSTIÇA COM INTERVALO DE DEZ DIAS ENTRE AS PUBLICAÇÕES. SEM CUSTAS, EIS QUE AMPARADOS PELA ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA.



E, para que chegue ao conhecimento de todos, o presente edital vai afixado no Fórum, lugar de costume e publicado na forma da lei.  Eu, Sydnara Porto Teixeira, Analista Judiciário 2, o digitei.


Vila Velha-ES,
 14/08/2017 

 

 

GIOVANNA AZEVEDO FREIRE

Analista Judiciário Especial

Aut. pelo Art. 60 do Código de Normas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


ESTADO DO ESPÍRITO SANTO
PODER JUDICIÁRIO
VILA VELHA - 1ª VARA DE ORFÃOS E SUCESSÕES
FÓRUM DES. AFONSO CLÁUDIO
RUA DOUTOR ANNOR DA SILVA, S/Nº - BOA VISTA II - VILA VELHA - ES - CEP: 29.102-606
Telefone(s): (27) 3149-2569
Email: 1orfaos-vvelha@tjes.jus.br

EDITAL DE INTERDIÇÃO



Nº DO PROCESSO: 0017289-17.2015.8.08.0035 
AÇÃO : 58 - Interdição 
Requerente: MARLENE FERREIRA DA SILVA
Interditando(a): PAMELLA DA SILVA BUQUEL RODRIGUES

MM. Juiz(a) de Direito da VILA VELHA - 1ª VARA DE ORFÃOS E SUCESSÕES do Estado do Espírito Santo, por nomeação na forma da lei etc.

FINALIDADE

 

DAR PUBLICIDADE A TODOS QUE O PRESENTE EDITAL VIREM E QUE NÃO POSSAM, DE FUTURO, ALEGAREM IGNORÂNCIA: QUE POR ESTE JUÍZO E CARTÓRIO TRAMITARAM OS AUTOS DE INTERDIÇÃO AUTUADO SOB Nº 0017289-17.2015.8.08.0035, TENDO SIDO ACOLHIDO O PEDIDO DE FLS. 02/04E DE CONSEQUÊNCIA DECRETADA A INTERDIÇÃO DE PAMELLA DA SILVA BUQUEL RODRIGUES- BRASILEIRA, SOLTEIRA, INSCRITA NO CPF 053.887.497-03, RG Nº 3.369.019-ES, NASCIDAEM 23/JUN/1994, NATURAL DE VITÓRIA-ES, FILHA DE JOSÉ CARLOS RODRIGUES E MARLENE DA SILVA RODRIGUES, CERTIDÃO DE NASCIMENTO Nº 024646.01.55.1994.1.00006.122.0005685.70, DO CARTÓRIO DE REGISTRO CIVIL DE VITÓRIA/ES, RESIDENTE À RUAMARILANDIA, Nº 01, RIO MARINHO, VILA VELHA/ES, POR SER PORTADORADE PARALISIA CEREBRAL INFANTIL(CID 10 G80). DECLARANDO-A RELATIVAMENTEINCAPAZ DE EXERCER PESSOALMENTE OS ATOS DA VIDA CIVIL,NOMEANDO-LHE CURADORASUA GENITORAMARLENE FERREIRA DA SILVA, BRASILEIRA, DIVORCIADA, COMERCIANTE, PORTADORADO CPF: 031.924.957-31,RG1.293.686 SSP/ES, RESIDENTE À RUA MARILANDIA, Nº 01, RIO MARINHO, VILA VELHA/ES, SOB COMPROMISSO A SER PRESTADO NO PRAZO DE CINCO DIAS, POR TERMO EM LIVRO PRÓPRIO (CPC, ART. 1.188), A QUEM CABERÁ REPRESENTÁ-LA EM TODOS OS ATOS DA VIDA CIVIL, ENQUANTO NÃO CESSAR A CAUSA DETERMINANTE DA INTERDIÇÃO AQUI DECRETADA,NÃO PODENDO ACURADORAPOR QUALQUER MODO CONTRAIR EMPRÉSTIMOS EM NOME DAINTERDITADA, A DISPOR DE SEUS BENS E A MOVIMENTAR CONTAS DE SUA TITULARIDADE COM SALDO SUPERIOR A R$5.000,00(CINCOMIL REAIS), O QUE DEVERÁ SER REQUERIDO, SE FOR O CASO, EM AUTOS PRÓPRIOS, VIA ALVARÁ JUDICIAL.

ASSUNTO:

 "Atendendo as provas constantes dos autos, por sentença às fls. (36/38 e v.) e proferida em (15/fFEV/2017) , DECRETOU A INTERDIÇÃO DE PAMELLA DA SILVA BUQUEL RODRIGUES

 

 

a) PUBLICANDO-SE POR TRÊS VEZES NO DIÁRIO DA JUSTIÇA COM INTERVALO DE DEZ DIAS ENTRE AS PUBLICAÇÕES. SEM CUSTAS, EIS QUE AMPARADOS PELA ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA.



E, para que chegue ao conhecimento de todos, o presente edital vai afixado no Fórum, lugar de costume e publicado na forma da lei. Eu, Sydnara Porto Teixeira, Analista Judiciário 2, o digitei.


Vila Velha-ES, 15/082017 

 

 

GIOVANNA AZEVEDO FREIRE

Analista Judiciário Especial

Aut. pelo Art. 60 do Código de Normas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


ESTADO DO ESPÍRITO SANTO
PODER JUDICIÁRIO
VILA VELHA - 1ª VARA DE ORFÃOS E SUCESSÕES
FÓRUM DES. AFONSO CLÁUDIO
RUA DOUTOR ANNOR DA SILVA, S/Nº - BOA VISTA II - VILA VELHA - ES - CEP: 29.102-606
Telefone(s): (27) 3149-2569
Email: 1orfaos-vvelha@tjes.jus.br

EDITAL DE INTERDIÇÃO



Nº DO PROCESSO: 0042832-56.2014.8.08.0035 
AÇÃO : 61 - Tutela e Curatela - Nomeação 
Requerente: LUIZA DE MARILAQUE SCARLATELLI STORCK
Interditando(a): JOSE BINAIN STORCK

MM. Juiz(a) de Direito da VILA VELHA - 1ª VARA DE ORFÃOS E SUCESSÕES do Estado do Espírito Santo, por nomeação na forma da lei etc.

FINALIDADE

 

DAR PUBLICIDADE A TODOS QUE O PRESENTE EDITAL VIREM E QUE NÃO POSSAM, DE FUTURO, ALEGAREM IGNORÂNCIA: QUE POR ESTE JUÍZO E CARTÓRIO TRAMITARAM OS AUTOS DE INTERDIÇÃO AUTUADO SOB Nº 0042832-56.2014.8.08.0035, TENDO SIDO ACOLHIDO O PEDIDO DE FLS. 02/07E DE CONSEQUÊNCIA DECRETADA A INTERDIÇÃO DE JOSE BINAIN STORCK- BRASILEIRO, CASADO, INSCRITONO CPF 086.168.767-15, RG Nº 49.447-ES, NASCIDOEM 28/JUN/1927, NATURAL DE RESPLENDOR-MG, FILHODE EUGENIO STORCK E IZABEL LOPES STORCK, CERTIDÃO DE NASCIMENTO Nº 1102, FLS. 134, LIVRO 138, DO CARTÓRIO DE REGISTRO CIVIL DE BELO HORIZONTE/MG, RESIDENTE À AV JOÃO FRANCISCO  GONÇALVES, 30, COBILANDIA, VILA VELHA/ES, POR SER PORTADORDE DOENÇA DO ALZHEIMER E OUTROS (CID 10 G30.1, I10, E14, E78, I65 e F33). DECLARANDO-O RELATIVAMENTEINCAPAZ DE EXERCER PESSOALMENTE OS ATOS DA VIDA CIVIL,NOMEANDO-LHE CURADORASUA CONJUGE LUIZA DE MARILAQUE SCARLATELLI STORCK, BRASILEIRA, CASADA, DO  LAR, PORTADORADO CPF: 024.647.397-58,RG430.538 SSP/ES, RESIDENTE À AV. JOÃO FRANCISCO  GONÇALVES, 30, COBILANDIA, VILA VELHA/ES, SOB COMPROMISSO A SER PRESTADO NO PRAZO DE CINCO DIAS, POR TERMO EM LIVRO PRÓPRIO (CPC, ART. 1.188), A QUEM CABERÁ REPRESENTÁ-LA EM TODOS OS ATOS DA VIDA CIVIL, ENQUANTO NÃO CESSAR A CAUSA DETERMINANTE DA INTERDIÇÃO AQUI DECRETADA,NÃO PODENDO ACURADORAPOR QUALQUER MODO CONTRAIR EMPRÉSTIMOS EM NOME DAINTERDITADA, A DISPOR DE SEUS BENS E A MOVIMENTAR CONTAS DE SUA TITULARIDADE COM SALDO SUPERIOR A R$5.000,00(CINCOMIL REAIS), O QUE DEVERÁ SER REQUERIDO, SE FOR O CASO, EM AUTOS PRÓPRIOS, VIA ALVARÁ JUDICIAL.

ASSUNTO:

 "Atendendo as provas constantes dos autos, por sentença às fls. (92/93 e vº) e proferida em (15/12/2016) , DECRETOU A INTERDIÇÃO DE JOSE BINAIN STORCK

 

a) PUBLICANDO-SE POR TRÊS VEZES NO DIÁRIO DA JUSTIÇA COM INTERVALO DE DEZ DIAS ENTRE AS PUBLICAÇÕES. SEM CUSTAS, EIS QUE AMPARADOS PELA ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA.



E, para que chegue ao conhecimento de todos, o presente edital vai afixado no Fórum, lugar de costume e publicado na forma da lei. Eu, Sydnara Porto Teixeira, Analista Judiciário 2, o digitei.


Vila Velha-ES, 14/08/2017 

 

 

GIOVANNA AZEVEDO FREIRE

Analista Judiciário Especial

Aut. pelo Art. 60 do Código de Normas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


ESTADO DO ESPÍRITO SANTO
PODER JUDICIÁRIO
VILA VELHA - 1ª VARA DE ORFÃOS E SUCESSÕES
FÓRUM DES. AFONSO CLÁUDIO
RUA DOUTOR ANNOR DA SILVA, S/Nº - BOA VISTA II - VILA VELHA - ES - CEP: 29.102-606
Telefone(s): (27) 3149-2569
Email: 1orfaos-vvelha@tjes.jus.br

EDITAL DE INTERDIÇÃO



Nº DO PROCESSO: 0015067-23.2008.8.08.0035 (035.08.015067-1) 
AÇÃO : 58 - Interdição 
Requerente: MINISTERIO PUBLICO DO ESPIRITO SANTO
Interditando(a): ROSINA AMBROSIO DE JESUS SOUZA

MM. Juiz(a) de Direito da VILA VELHA - 1ª VARA DE ORFÃOS E SUCESSÕES do Estado do Espírito Santo, por nomeação na forma da lei etc.

FINALIDADE

 

DAR PUBLICIDADE A TODOS QUE O PRESENTE EDITAL VIREM E QUE NÃO POSSAM, DE FUTURO, ALEGAREM IGNORÂNCIA: QUE POR ESTE JUÍZO E CARTÓRIO TRAMITARAM OS AUTOS DE INTERDIÇÃO AUTUADO SOB Nº 0015067-23.2008.8.08.0035 (035.08.015067-1), TENDO SIDO ACOLHIDO O PEDIDO DE FLS. 02/07 E DE CONSEQUÊNCIA DECRETADA A INTERDIÇÃO DE ROSINA AMBROSIO DE JESUS SOUZA - BRASILEIRA, CASADA, INSCRITA NO CPF 925.789.507-68, RG Nº 1.479.452-ES, NASCIDAEM 08/NOV/1995, NATURAL DE SEABRA-BA, FILHA DE JOÃO SABINO DE SOUZA E BRASILINA DE JESUS SOUZA, CERTIDÃO DE NASCIMENTO Nº 0215350155.1976.3.00042.270.0000787.36, DO CARTÓRIO DE REGISTRO CIVIL DE SEABRA/BA, RESIDENTE NA INSTITUIÇÃO VIVA MELHOR À RUA XV DE NOVEMBRO, Nº 1141, CENTRO, VILA VELHA/ES, POR SER PORTADORADE TRANSTORNO AFETIVO BIPOLAR NÃO ESPECIFICADO(CID 10 F31.9). DECLARANDO-A RELATIVAMENTEINCAPAZ DE EXERCER PESSOALMENTE OS ATOS DA VIDA CIVIL,NOMEANDO-LHE ANDRÉA GONZAGA LUCAS, BRASILEIRA, SOLTEIRA, APOSENTADA, PORTADORADO CPF: 072.917.207-45, RESIDENTE À RUA RAFAEL CAMATA, Nº 76, PRAIA DAS GAIVOTAS, VILA VELHA/ES, SOB COMPROMISSO A SER PRESTADO NO PRAZO DE CINCO DIAS, POR TERMO EM LIVRO PRÓPRIO (CPC, ART. 1.188), A QUEM CABERÁ REPRESENTÁ-LA EM TODOS OS ATOS DA VIDA CIVIL, ENQUANTO NÃO CESSAR A CAUSA DETERMINANTE DA INTERDIÇÃO AQUI DECRETADA,NÃO PODENDO ACURADORAPOR QUALQUER MODO CONTRAIR EMPRÉSTIMOS EM NOME DAINTERDITADA, A DISPOR DE SEUS BENS E A MOVIMENTAR CONTAS DE SUA TITULARIDADE COM SALDO SUPERIOR A R$5.000,00(CINCOMIL REAIS), O QUE DEVERÁ SER REQUERIDO, SE FOR O CASO, EM AUTOS PRÓPRIOS, VIA ALVARÁ JUDICIAL.

ASSUNTO:

 "Atendendo as provas constantes dos autos, por sentença às fls. (190/191 e vº) e proferida em (26/abril/2017), DECRETOU A INTERDIÇÃO DE ROSINA AMBROSIO DE JESUS SOUZA.

 

 

a) PUBLICANDO-SE POR TRÊS VEZES NO DIÁRIO DA JUSTIÇA COM INTERVALO DE DEZ DIAS ENTRE AS PUBLICAÇÕES. SEM CUSTAS, EIS QUE AMPARADOS PELA ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA.



E, para que chegue ao conhecimento de todos, o presente edital vai afixado no Fórum, lugar de costume e publicado na forma da lei. Eu, Sydnara Porto Teixeira, Analista Judiciário 2, o digitei.


Vila Velha-ES, 16/08/2017 

 

 GIOVANNA AZEVEDO FREIRE

Analista Judiciário Especial

Aut. pelo Art. 60 do Código de Normas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

EDITAL DE CITAÇÃO

 

EDITAL DE CITAÇÃO PELO
PRAZO DE 40 DIAS

Nº DO PROCESSO: 0008543-29.2016.8.08.0035 
AÇÃO : 74 - Alvará Judicial - Lei 6858/80 
Requerente: WASHINGTON CABRAL RIBEIRO FILHO,WEVERSON CABRAL RIBEIRO,WELINGTON CABRAL,ROSE MARY CABRAL,WANDERSON CABRAL e MARCO ANTONIO ROCHA
Requerido: MARIA TEREZINHA GOMES FERREIRA

MM. Juiz(a) de Direito da VILA VELHA - 1ª VARA DE ORFÃOS E SUCESSÕES do Estado do Espírito Santo, por nomeação na forma da lei etc.

FINALIDADE

DAR PUBLICIDADE AO HERDEIRO MARCO ANTÔNIO ROCHA,  QUE O PRESENTE EDITAL VIR,que fica devidamente citadode todos os termos da presente ação 74 - Alvará Judicial - Lei 6858/80 para, querendo, manifestar-se, no prazo de 15 ( quinze) dias, na forma do art. 721 NCPC, ou regularize sua representação, através de advogado legalmente habilitado, acompanharem o processo até o final, sob as penas da lei e para todos os fins e efeitos de direito.

ADVERTÊNCIAS

a) PRAZO: O prazo para manifestação é de 40(quarenta) dias, a partir do prazo supracitado.

DESPACHO

Fl:  Vistos em inspeção.  1. Oficie-se ao INSS solicitando informações sobre dependentes habilitados em nome do de cujus. Resposta em 05 (cinco) dias. 2. Intime-se o requerente, através de seu patrono, do Detalhamento de Ordem Judicial de Requisição de Informações do Sistema Bacenjud em anexo, bem como fornecer o endereço dos demais filhos da falecida para que sejam citados nos termos do artigo 721 do CPC, no prazo de 15 (quinze) dias, sob pena de extinção.  Diligencie-se.

E, para que chegue ao conhecimento de todos, o presente edital vai afixado no lugar de costume deste Fórum e, publicado na forma da lei.

 Vila Velha-ES, 23/08/2017 

 GIOVANNA AZEVEDO FREIRE
ANALISTA JUDICIARIO ESPECIAL
Aut. pelo Art. 60 do Código de Normas